• Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook

Endereço

____

Rua Filinto de Almeida 42

Cosme Velho - Rio de Janeiro RJ

Contato

____

contato@z42.com.br

+55 21 9 8148 8146

Z42 Arte

____

Centro Cultural ZZ Ltda

CNPJ 19.120.529/0001-77

Z42 Arte Contemporânea

Aceitamos

____

Márcio Atherino

Biografia

Brasileiro, carioca, 1957. Formação em economia com curso de Mestrado na Fundação Getúlio Vargas. Professor universitário em sua área, trabalhando no mercado financeiro.  Após 1997 passou a se dedicar integralmente às artes. Fez cursos no Parque Lage além de outros,  como o intensivo no atelier de Charles Watson.  Participou de alguns salões, sempre recebendo medalhas por suas obras.

Participou de diversas exposições tanto individuais quanto coletivas.

Sua principal galeria foi a extinta Haus Arte Contemporânea.  Atualmente integra o grupo de artistas do Projeto Z42, onde também ocupa um espaço permanente de exposição e venda de seus trabalhos.

Texto

"Entrar no atelier de Marcio Atherino é ganhar um passaporte para o mundo da arte em seus olhos e sangue. Dono de uma voracidade expressiva típica dos criativos, sem se prender a um único tipo de técnica ou fase, nos transporta na virilidade de seus gestos para um universo de cores, olhares, criticas da história da humanidade urbana.

Sabemos da condição do homem urbano contemporâneo  através de sua obra; sabemos do desconforto de se saber vivo na poluição, entre amores, bandidos, ratos e esplendidas paisagens cariocas. Cada tela um confronto, uma interpretação do fato, uma visão pessoal simultaneamente universal, pois, como diz Carl Rogers, o mais particular é também o mais geral. Em uma, preto , vermelho e escuros azuis. Na caligrafia que ocupa a tela, transformando o espaço em grafismo, nos remete às pichações de muros e , simultaneamente, ao espelho.

Em outra, como em um mergulho, atravessamos as camadas do oceano das pinceladas e encontramos uma face desconstruída como nós, humanos, que estamos recomeçando a cada criança que nasce, a cada época da vida sem nunca termos resolvidos as questões fundamentais da existência, ainda precisando de lições de como respirar e o que comer.

O que o comove ou o revolta nas noticias, ou no seu dia a  dia carioca é colocado na tela com a forca e entusiasmo de sua personalidade, de pessoa vinculada às questões sócio-existenciais. Arte em toda acepção da palavra. Expressionista? Certamente, mas transcende a rótulos de definição de estilo. É vida? Então é arte de Marcio Atherino."

Angela Carneiro / curadora

Cláudio Gabriel